OLÁ A TODOS, AO ENTRAR PELA 1ªVEZ NESTE BLOG, DEVEM IR AO ARQUIVO do LADO DIREITO E CLICAR em JANEIRO, DEPOIS NA DATA DE 23 E IR AO FIM DA PÁGINA PARA COMEÇAR A LER O 1º POST , A MINHA VIDA COM A DIABETES. " O INÍCIO HÁ 23 ANOS"
Quarta-feira, 06.04.11

Entrevista com o educador físico William Komatsu, da Unifesp

 

A disseminação do conceito de que a atividade física é benéfica para manter a glicemia sob controle ganhou força nos últimos dez anos em função de estudos científicos que comprovaram a eficácia dos exercícios físicos, a compreensão do peso que eles podem ter no ganho de saúde e a parceria que vem sendo construída entre os diversos profissionais de saúde que lidam com pessoas que têm diabetes. A opinião é do educador físico William Komatsu, da Unifesp e coordenador técnico-científico da Bio-Track Atitude e Saúde.

"Os profissionais de saúde incorporaram esse conceito e têm conseguido trasmiti-lo ao paciente que, por sua vez, gerou demanda por profissionais especializados nessa área", avalia Komatsu.

Apesar desse quadro positivo, o educador físico considera que o grande desafio ainda é conseguir manter o paciente em atividade por longo tempo. "Os efeitos do exercício físico vêm a longo prazo e nem sempre são percebidos pelo aluno", explica o profissional. Para diminuir a desistência, ele acredita que apenas com a elaboração de programas individualizados de atividades físicas é possível garantir a adesão do paciente.

 

"Ainda não está totalmente incorporada a idéia de que a atividade física é como um medicamento, que deve ser prescrito de forma diferente para cada indivíduo", enfatiza o educador físico.

Para ele, a antiga idéia, o tabu de que o diabético é uma pessoa doente que deve evitar esforço e, portanto, as atividades físicas rotineiras, é coisa que ficou enterrada num passado que já se pode considerar distante. Os estudos feitos na última década vêm mostrando que, se submetido a um programa contínuo de exercícios, o diabético pode mostrar o mesmo desempenho e os mesmos ganhos de um não diabético.

 

Recentemente, o próprio Komatsu publicou um estudo feito por ele na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) comprovando que os efeitos da atividade física sobre a capacidade pulmonar do diabético são iguais aos observados na população não diabética.

"Embora sempre se recomende que o diabético pratique pelo menos atividades aeróbias, como nadar, caminhar ou correr, na verdade ele pode fazer qualquer tipo de exercício e o constante aparecimento de atletas diabéticos mostra que as possibilidades são iguais também para essa faixa da população", garante Komatsu

APB diabeticaparadiabeticos às 23:11 | link do post | comentar |  O que é? | adicionar aos favoritos
blogs SAPO
pesquisar neste blog
 
arquivos
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
últ. comentários
Olá Marilia,Em Portugal os glucometros são gratis ...
Bom diaInfelizmente a insulina em Portugal para an...
Olá eu tenho 27anos e tenh am insufici&ecir...
Alguém sabe quanto custa a caneta em Portugal por ...
Pessoal boa noite sou bibliotecária e pesquisei ba...
Olá Eva, lamento pela sua cachorrinha :( mas acred...
OLA BOA NOITE EM JANEIRO DESCOBRI QUE MINHA CACHOR...
Olá Marília, não a posso ajudar, pergunte ao VET e...
Olá, sobre esse assunto eu pessoalmente não noto d...
Gostaria de saber se goji berry faz com que a pess...
olao meu gato tbem é dependente de insulina,2 veze...
É assim, em Portugal os diabéticos tem as insulina...
Lamento mesmo :(
Infelizmente não moro em Portugal estou no Brasil,...
Olá, diga-me se está a morar em Portugal?Se quiser...
Posts mais comentados
blogs SAPO