OLÁ A TODOS, AO ENTRAR PELA 1ªVEZ NESTE BLOG, DEVEM IR AO ARQUIVO do LADO DIREITO E CLICAR em JANEIRO, DEPOIS NA DATA DE 23 E IR AO FIM DA PÁGINA PARA COMEÇAR A LER O 1º POST , A MINHA VIDA COM A DIABETES. " O INÍCIO HÁ 23 ANOS"
Quarta-feira, 06.04.11

Entrevista com o educador físico William Komatsu, da Unifesp

 

A disseminação do conceito de que a atividade física é benéfica para manter a glicemia sob controle ganhou força nos últimos dez anos em função de estudos científicos que comprovaram a eficácia dos exercícios físicos, a compreensão do peso que eles podem ter no ganho de saúde e a parceria que vem sendo construída entre os diversos profissionais de saúde que lidam com pessoas que têm diabetes. A opinião é do educador físico William Komatsu, da Unifesp e coordenador técnico-científico da Bio-Track Atitude e Saúde.

"Os profissionais de saúde incorporaram esse conceito e têm conseguido trasmiti-lo ao paciente que, por sua vez, gerou demanda por profissionais especializados nessa área", avalia Komatsu.

Apesar desse quadro positivo, o educador físico considera que o grande desafio ainda é conseguir manter o paciente em atividade por longo tempo. "Os efeitos do exercício físico vêm a longo prazo e nem sempre são percebidos pelo aluno", explica o profissional. Para diminuir a desistência, ele acredita que apenas com a elaboração de programas individualizados de atividades físicas é possível garantir a adesão do paciente.

 

"Ainda não está totalmente incorporada a idéia de que a atividade física é como um medicamento, que deve ser prescrito de forma diferente para cada indivíduo", enfatiza o educador físico.

Para ele, a antiga idéia, o tabu de que o diabético é uma pessoa doente que deve evitar esforço e, portanto, as atividades físicas rotineiras, é coisa que ficou enterrada num passado que já se pode considerar distante. Os estudos feitos na última década vêm mostrando que, se submetido a um programa contínuo de exercícios, o diabético pode mostrar o mesmo desempenho e os mesmos ganhos de um não diabético.

 

Recentemente, o próprio Komatsu publicou um estudo feito por ele na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) comprovando que os efeitos da atividade física sobre a capacidade pulmonar do diabético são iguais aos observados na população não diabética.

"Embora sempre se recomende que o diabético pratique pelo menos atividades aeróbias, como nadar, caminhar ou correr, na verdade ele pode fazer qualquer tipo de exercício e o constante aparecimento de atletas diabéticos mostra que as possibilidades são iguais também para essa faixa da população", garante Komatsu

APB diabeticaparadiabeticos às 23:11 | link do post | adicionar aos favoritos

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

blogs SAPO
pesquisar neste blog
 
arquivos
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
últ. comentários
Olá Marilia,Em Portugal os glucometros são gratis ...
Bom diaInfelizmente a insulina em Portugal para an...
Olá eu tenho 27anos e tenh am insufici&ecir...
Alguém sabe quanto custa a caneta em Portugal por ...
Pessoal boa noite sou bibliotecária e pesquisei ba...
Olá Eva, lamento pela sua cachorrinha :( mas acred...
OLA BOA NOITE EM JANEIRO DESCOBRI QUE MINHA CACHOR...
Olá Marília, não a posso ajudar, pergunte ao VET e...
Olá, sobre esse assunto eu pessoalmente não noto d...
Gostaria de saber se goji berry faz com que a pess...
olao meu gato tbem é dependente de insulina,2 veze...
É assim, em Portugal os diabéticos tem as insulina...
Lamento mesmo :(
Infelizmente não moro em Portugal estou no Brasil,...
Olá, diga-me se está a morar em Portugal?Se quiser...
Posts mais comentados
blogs SAPO